Tamanho da fonte    A+  A-

Festival de Cuscuz de Sumidouro

Data: 12/10/2018 em Padre Viegas

Fubá, água, sal ou açúcar, esses são os ingredientes principais. Frango, bacon, linguiça, banana e rapadura, esses são os ingredientes adicionais. União da comunidade de Padre Viegas, esse é o ingrediente secreto que faz do cuscuz de Sumidouro o mais saboroso da região. Juntando tudo isso temos um festival de sabores que acontece no distrito na sexta-feira, 12, a partir das 12h.  Vem aí a XV edição do Festival de Cuscuz de Sumidouro - Culinária e Arte.

A iguaria é produzida coletivamente em casas da comunidade, conferindo característica artesanal em que cada cozinheira dá um sabor particular ao seu prato. Tem cuscuz para todos os gostos, como o cuscuz tradicional (com bacon, linguiça calabresa e ovo), cuscuz de frango (com frango desfiado), cuscuz doce (com banana, açúcar rapadura e canela).

O Festival de Cuscuz tem uma programação intensa ao longo do dia que valoriza os artistas locais. Além da várias apresentações de artistas do distrito, teremos passeio ciclístico, feira de artesanato e programação para as crianças com a Máquina de Brincar do Clube Osquindô.

REALIZAÇÃO - O XV Festival de Cuscuz é uma realização coletiva da Comunidade de Padre Viegas, com co-realização da Corporação Musical Sagrado Coração de Jesus. Há também uma parceria com a ACOMPAV (Associação Comunitária de Padre Viegas), Coral Nossa Senhora do Rosário, Associação Cavalgada de Padre Viegas e 7 de Outubro Esporte Clube. Além disso, o evento recebe patrocínio dos comerciantes de Mariana e Ouro Preto, e, também, conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Mariana.

COMO CHEGAR - Padre Viegas ou Sumidouro, como também é conhecido, fica a 9 km de Mariana. Saindo da rodoviária de Mariana, sentido Ponte Nova, basta percorrer 7 km e entrar à direita. Depois você segue mais 2 Km até ao centro, onde é a concentração. O nome do distrito é uma homenagem a um religioso que estudou no local quando menino, no Colégio Interno Padre Osório, um dos mais antigos do estado de Minas Gerais. Seu cenário, cercado por belezas naturais, vai do rústico ao clássico em mistura harmoniosa de construções históricas do século XVIII a extensas fazendas, assim traduzidas em versos pelo grande escritor marianense Cláudio Manuel da Costa, natural do distrito.