MARIANA, 17 DE DEZEMBRO DE 2017

SINE Mariana

+ notícias


    ACOMPANHAMENTO DE VAGAS  

ATUALIZADO PARA 15/12/2017 11HS00MIN

 

Atente-se para toda documentação exigida abaixo:

OBS.: Caso o trabalhador não possua o TÍTULO DE ELEITOR comprovando domicilio eleitoral na cidade de MARIANA ou ÁREAS de ATUAÇÃO VALE e SAMARCO ficará impossibilitado de se inscrever para concorrer às vagas disponibilizadas.

Devido ao alto índice de desemprego que atinge a cidade de Mariana, a prefeitura firmou uma parceria com as mineradoras e terceirizadas para contratação e priorização da mão da obra local.

Para concorrer às vagas cadastradas no SINE os candidatos deverão OBRIGATORIAMENTE apresentar os seguintes documentos:

Carteira de Trabalho
Identidade
CPF
Comprovante de endereço no nome do candidato ou dos pais (No mínimo seis meses)
Contrato de locação devidamente autenticado (seis meses de residência em Mariana) (Se for o caso)
Título de eleitor comprovando domicílio na região (Área de Atuação Vale e Samarco)

A nenhum cidadão será negado o atendimento do cadastro na intermediação de mão de obra – IMO, porém ficarão condicionados a apresentação da documentação citada.

OBS: A APRESENTAÇÃO DE TODA DOCUMENTAÇÃO É OBRIGATÓRIA.

 

DICA IMPORTANTE!!!!

PARA MAIOR COMODIDADE ACESSE O NOSSO PORTAL "http://empregabrasil.mte.gov.br"  OU O  LINK "CADASTRO DO TRABALHADOR" OU O APLICATIVO "SINE FÁCIL" . É IMPORTANTE OBSERVAR OS CRITÉRIOS EXIGIDOS PELAS EMPRESAS.

OBS.: TODAS AS VAGAS EM ABERTO ESTÃO DISPONÍVEIS PARA INSCRIÇÕES ONLINE.

 

Motorista carreteiro (40 Vagas) – 4308486

 

Escolaridade: Ensino Fundamental Completo
Experiência: 6 meses comprovada em carteira
CNH E
Trazer a pontuação da CNH atualizada
Vagas disponíveis para moradores de Mariana.

 

Designer (01 Vaga) – 4318381

Escolaridade: Ensino Superior Completo ou cursando
Experiência: Pode ser estagiário em Arquitetura ou Designer
CNH A
Vagas disponíveis para moradores de Mariana.

 

Montador de móveis de madeira (01 Vaga) – 4322061

Escolaridade: Ensino Fundamental Completo
Experiência: 6 meses comprovada em carteira
Vagas disponíveis para moradores de Mariana.

 

Montador de móveis e artefatos de madeira (Planejados) (01 Vaga) – 4322106

Escolaridade: Ensino Fundamental Completo
Experiência: 6 meses comprovada em carteira
Vagas disponíveis para moradores de Mariana.

 

Marceneiro de móveis planejados (01 Vaga) – 4328835

Escolaridade: Ensino Fundamental Completo
Experiência: 6 meses comprovada em carteira
Vagas disponíveis para moradores de Mariana.

 

Instalador de som e acessórios de veículos (01 Vaga) – 4328820

Escolaridade: Ensino Fundamental Completo
Experiência: 6 meses comprovada em carteira
Vagas disponíveis para moradores de Mariana.

 

CBO - CÓDIGO BRASILEIRO DE OCUPAÇÃO

OBS.: AS INSCRIÇÕES ESTÃO CONDICIONADAS AO NÚMERO DE ENCAMINHAMENTOS DISPONÍVEIS EM CADA VAGA, PODE OCORRER DO CANDIDATO CHEGAR NA UNIDADE E A VAGA JÁ CONSTAR COMO ENCERRADA. OS ENCAMINHAMENTOS SÃO LIMITADOS E O NÚMERO DE CANDIDATOS POR VAGA SÃO DEFINIDOS PELAS EMPRESAS.

 

 As oportunidades podem não estar disponíveis no ato do atendimento. Os interessados devem comparecer ao SINE de Mariana, portando CARTEIRA DE TRABALHO, IDENTIDADE, CPF E PIS (se possuir). As vagas também estão disponíveis para candidatura no portal do MTE: maisemprego.mte.gov.br

 

 


CADASTRO DO TRABALHADOR

Aqui você pode efetuar o seu cadastro e candidatar a vaga de seu interesse:

Clique no link e faça seu cadastro


PRONATEC

O SINE Mariana Juntamente com a Prefeitura de Mariana e as empresas locais farão um levantamento por demanda de novos cursos gratuitos para a nossa cidade. Em breve mais inscrições abertas....

O que é o Pronatec?

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) foi criado pelo Governo Federal, em 2011, por meio da Lei 11.513/2011, com o objetivo de expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica no país, além de contribuir para a melhoria da qualidade do ensino médio público.

O Pronatec busca ampliar as oportunidades educacionais e de formação profissional qualificada aos jovens, trabalhadores e beneficiários de programas de transferência de renda.

Os cursos, financiados pelo Governo Federal, são ofertados de forma gratuita por instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica e das redes estaduais, distritais e municipais de educação profissional e tecnológica. Também são ofertantes as instituições do Sistema S, como o SENAI, SENAT, SENAC e SENAR. A Partir de 2013, as instituições privadas, devidamente habilitadas pelo Ministério da Educação, também passaram a ser ofertantes dos cursos do Programa.

De 2011 a 2014, por meio do Pronatec, foram realizadas mais de 8 milhões de matrículas, entre cursos técnicos e de formação inicial e continuada.

Objetivos:

  • expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de educação profissional técnica de nível médio e de cursos de formação inicial e continuada ou qualificação profissional presencial e a distância;
  • construir, reformar e ampliar as escolas que ofertam educação profissional e tecnológica nas redes estaduais;
  • aumentar as oportunidades educacionais aos trabalhadores por meio de cursos de formação inicial e continuada ou qualificação profissional;
  • aumentar a quantidade de recursos pedagógicos para apoiar a oferta de educação profissional e tecnológica;
  • melhorar a qualidade do ensino médio.

Iniciativas do Pronatec:

  • Expansão da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica
  • Programa Brasil Profissionalizado  

O Programa Brasil Profissionalizado destina-se à ampliação da oferta e ao fortalecimento da educação profissional e tecnológica integrada ao ensino médio nas redes estaduais, em parceria com o Governo Federal.

  • Rede e-Tec Brasil

Na Rede e-Tec Brasil são oferecidos gratuitamente cursos técnicos e de formação inicial e continuada ou de qualificação profissional, na modalidade a distância. Poderão oferecer cursos a distância as instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica; as unidades de ensino dos serviços nacionais de aprendizagem (SENAI, SENAC, SENAR e SENAT); e instituições de educação profissional vinculadas aos sistemas estaduais de ensino. Acesse a página da Rede e-Tec Brasil

  • Acordo de Gratuidade com os Serviços Nacionais de Aprendizagem

O Acordo de Gratuidade tem por objetivo ampliar, progressivamente, a aplicação dos recursos do SENAI, do SENAC, do SESC e do SESI, recebidos da contribuição compulsória, em cursos técnicos e de formação inicial e continuada ou de qualificação profissional, em vagas gratuitas destinadas a pessoas de baixa renda, com prioridade para estudantes e trabalhadores.

  • Bolsa-Formação

Além das iniciativas voltadas ao fortalecimento do trabalho das redes de educação profissional e tecnológica existentes no país, o Pronatec criou a Bolsa-Formação, por meio da qual serão oferecidos, gratuitamente, cursos técnicos para quem concluiu o Ensino Médio e para estudantes matriculados no Ensino Médio e cursos de formação inicial e continuada ou qualificação profissional.

Cursos gratuitos – Pronatec

No Pronatec são oferecidos cursos gratuitos nas escolas públicas federais, estaduais e municipais, nas unidades de ensino do SENAI, do SENAC, do SENAR e do SENAT, em instituições privadas de ensino superior e de educação profissional técnica de nível  médio.

    São três tipos de cursos:

  • Técnico para quem concluiu o ensino médio, com duração mínima de um ano;
  • Técnico para quem está matriculado no ensino médio, com duração mínima de um ano;
  • Formação Inicial e Continuada ou qualificação profissional, para trabalhadores, estudantes de ensino médio e beneficiários de programas federais de transferência de renda, com duração mínima de dois meses.

 


CARTEIRA DE TRABALHO

Implantada em 20 de janeiro de 1997, em Curitiba - PR, regulamentada pela Portaria Nº 1, de 1997. O novo documento incorpora vários itens de segurança que dificultam sobremaneira as fraudes contra seguro desemprego, FGTS e benefícios previdenciários, além de dotar o país de um eficiente sistema de atendimento ao trabalhador, proporcionando a integração de ações da área de trabalho que facilitem a identificação por intermédio de uma base de dados única. Sendo confeccionada em material bem mais durável que garante que as informações não se percam como tempo e o uso.

A nova CTPS possui diferenciação para os trabalhadores Brasileiros e Estrangeiros tanto nas cores das capas e no conteúdo, o que, aliado a outros itens de segurança possibilita o efetivo controle da mão-de-obra estrangeira, impedindo a utilização de CTPS falsas no desempenho de atividades remunerada por estrangeiros ilegais no país.

A nova CTPS é emitida por meio de um Sistema Informatizado que permite a integração nacional dos dados impedindo as emissões em duplicidade e forma um banco de dados do trabalhador que contém informações dos dados da qualificação civil do trabalhador e outros complementares como: endereço, número do CPF, do Título de Eleitor, da CNH, fotografia, impressão digital e assinatura digitalizadas e nº do NIS/PIS.

No ato da emissão da nova CTPS o cadastramento do trabalhador no NIS/PIS, é efetuado, não necessitando mais que este número seja fornecido pelo empregador.

DOCUMENTOS OBRIGATÓRIOS PARA SOLICITAÇÃO DE CARTEIRA DE TRABALHO E PREVIDÊNCIA SOCIAL DE ACORDO COM A LEI – 7855/89

1ª VIA

CERTIDÃO DE NASCIMENTO (SOLTEIRO)
CPF
CERTIDÃO DE CASAMENTO (CASADO, DIVORCIADO E SEPARADO).
CARTEIRA DE IDENTIDADE (COM ESTADO CIVIL)
COMPROVANTE DE RESIDÊNCIA/ENDEREÇO

2ª VIA

CERTIDÃO DE NASCIMENTO (SOLTEIRO)
CPF
CERTIDÃO DE CASAMENTO (CASADOS, DIVORCIADOS E SEPARADOS).
CARTEIRA DE IDENTIDADE (COM ESTADO CIVIL)
COMPROVANTE DE RESIDÊNCIA/ENDEREÇO
CARTEIRA DE TRABALHO (EM CASO DE CONTINUAÇÃO OU INUTILIZAÇÃO)
BOLETIM DE OCORRÊNCIA (EM CASO DE PERDA, ROUBO OU EXTRAVIO E CONSTADO O NUMERO E A SERIE DO DOCUMENTO ANTERIOR).

OPCIONAIS: TÍTULO DE ELEITOR E CARTEIRA NACIONAL DE HABILITAÇÃO

OBS: É OBRIGATÓRIA A APRESENTAÇÃO DE TODA DOCUMENTAÇÃO ORIGINAL, CASO O SOLICITANTE NÃO POSSUA TODOS OS DOCUMENTOS EXIGIDOS NÃO SERÁ POSSIVEL PROSSEGUIR COM A SOLICITAÇÃO.

 

Idade:
A CTPS será emitida para todos os solicitantes com idade igual ou superior a 14 anos.
A contratação dos menores que se enquadrarem na faixa etária entre os 14 e 16 anos é da responsabilidade do empregador que, quando necessário, deverá comprovar a sua condição de menor aprendiz.


LANÇAMENTO DO APLICATIVO "SINE FÁCIL" E " PORTAL EMPREGA BRASIL"

O Ministério do Trabalho lançou, nesta terça-feira (23), o aplicativo Sine Fácil. A ferramenta permite ao trabalhador encontrar, de forma prática e rápida, vagas de emprego adequadas ao seu perfil.

Desenvolvida pela Dataprev, o aplicativo leva ao cidadão os serviços do Sistema Nacional de Emprego (Sine) a partir de dispositivos conectados à internet, como celulares e tablets.

O aplicativo, que é gratuito, está disponível na versão para Android e em breve também para iOS. 

Para poder utilizar o aplicativo, o trabalhador deverá ter um código de acesso (QR Code) que pode ser obtido no portal Emprega Brasil, nas unidades de atendimento do Sine; O código de acesso é individual, o que garante mais segurança às informações e agilidade no atendimento. Após instalar o aplicativo no celular ou tablet, o trabalhador deverá digitalizar o código utilizando a câmera fotográfica do aparelho celular.

"Vamos conseguir reduzir as filas e a burocracia. Com isso, uma maior comodidade para aquele trabalhador acompanhar como está seu seguro-desemprego", explica Humberto Mykaell, gerente de produtos de Previdência e Trabalho da Dataprev. 

O aplicativo indica vagas de emprego de acordo com o local de residência e perfil profissional do trabalhador. Por meio dele também será possível consultar o abono-salarial. 

 

Emprega Brasil 

O Portal Emprega Brasil , também foi lançado nesta terça-feira, reunindo diversos serviços do órgão. Nele o usuário poderá encontrar informações variadas, como oferta de vagas, cursos de qualificação profissional, concessão de seguro-desemprego, entre outras. A plataforma, que também pode ser acessada via Portal de Serviços do Governo Federal (empregabrasil.mte.gov.br), tem o objetivo de melhorar a comunicação com o cidadão e ampliar o atendimento virtual, reduzindo a necessidade de o trabalhador ir a um posto de atendimento para requerer os serviços do Ministério.


CANDIDATURA DE VAGAS PELA INTERNET (NOVO)

 

PASSO A PASSO COMO EFETIVAR UMA CANDIDATURA A VAGA DE EMPREGO PELA INTERNET:

1° É NECESSÁRIO POSSUIR UM E-MAIL

2° ACESSE O PORTAL "maisemprego.mte.gov.br"

3° SELECIONE NA ABA MENU A OPÇÃO "TRABALHADOR"

4° SELECIONE A OPÇÃO "DESEJA CADASTRAR TRABALHADOR?"

5° EM SEGUIDA PREENCHA TODOS OS DADOS SOLICITADOS

OBS: APÓS REALIZAR O CADASTRO, SEMPRE O SEU LOGIN SERÁ O NÚMERO DO PIS E A SENHA SERÁ CRIADA PELO TRABALHADOR.

LEMBRANDO QUE AS VAGAS SÃO LIMITADAS OU SEJA, NORMALMENTE SERÃO ENCAMINHADOS DE 3 A 5 CANDIDATOS POR VAGA.

 

COMO CONSULTAR VAGA EM ABERTO:

1° NO CAMPO "VAGA DE EMPREGO" NA PÁGINA INICIAL COLOQUE O NOME DA VAGA QUE CONSTA NA DIVULGAÇÃO

2° DEIXE A OPÇÃO "EM TODO BRASIL" DESMARCADA

3° NO CAMPO "UF" E "CIDADE", MARQUE MG E MARIANA RESPECTIVAMENTE

4° DIGITE O TEXTO QUE APARECE NA CAIXA

5° PESQUISAR


SEGURO DESEMPREGO

O que é Seguro Desemprego?

O Seguro-Desemprego é um benefício integrante da seguridade social que tem por objetivo, além de prover assistência financeira temporária ao trabalhador desempregado sem justa causa, auxiliá-lo na manutenção e na busca de emprego, promovendo para tanto, ações integradas de orientação, recolocação e qualificação profissional. 

Como surgiu:

Seguro- Desemprego Formal (iniciada em 1986):

Foi instituído pela Lei n.º.998, de 11 de janeiro de 1990, alterado pela Lei n.º 8.900, de 30 de junho de 1994, com a finalidade de prover assistência financeira temporária a trabalhadores desempregados sem justa causa, e auxiliá-lo na manutenção e na busca de emprego, provendo para tanto, ações integradas de orientação, recolocação e qualificação profissional.

Como Requerer?

Ao ser dispensado sem justa causa, o trabalhador receberá do empregador o formulário próprio "Requerimento do Seguro-Desemprego", em duas vias, devidamente preenchido.

Quantidade de Parcelas

A assistência financeira é concedida em no máximo cinco parcelas, de forma contínua ou alternada, a cada período aquisitivo de dezesseis meses, conforme a seguinte relação:

1ª Habilitação: Quatro parcelas, se o trabalhador comprovar vínculo empregatício de no mínimo doze meses e no máximo vinte e três meses, nos últimos trinta e seis meses;

Cinco parcelas, se o trabalhador comprovar vínculo empregatício de no mínimo vinte e quatro meses, nos últimos trinta e seis meses.

2ª Habilitação: Três parcelas, se o trabalhador comprovar vínculo empregatício de no mínimo nove meses e no máximo onze meses, nos últimos trinta e seis meses;

Quatro parcelas, se o trabalhador comprovar vínculo empregatício de no mínimo doze meses e no máximo vinte e três meses, nos últimos trinta e seis meses;

Cinco parcelas, se o trabalhador comprovar vínculo empregatício de no mínimo vinte e quatro meses, nos últimos 36 meses.

3ª Habilitação: Tres parcelas, se o trabalhador comprovar vínculo empregatício de no mínimo seis meses e no máximo onze meses, nos últimos trinta e seis meses;

Quatro parcelas, se o trabalhador comprovar vínculo empregatício de no mínimo doze meses e no máximo vinte e três meses, nos últimos trinta e seis meses;

Cinco parcelas, se o trabalhador comprovar vínculo empregatício de no mínimo vinte e quatro meses, nos últimos 36 meses.

Período aquisitivo é o limite de tempo que estabelece a carência para recebimento do benefício. Assim, a partir da data da última dispensa que habilitar o trabalhador a receber o Seguro-Desemprego, deve-se contar os dezesseis meses que compõem o período aquisitivo


CONHEÇA ALGUNS DE NOSSOS PARCEIROS

Constutora
hvh
samarco
grsa
integral
hexagono
uaitec
geraes
vetor
grupo-3t
cegen
destaque-se
synergia
mediar
manserv
mip
sepss
grupo-semep
Evoluir
anglo
agroflor
sodexo
VIX
Inovare
social-mg
vale
cimcop

Prefeitura Municipal de Mariana
Pc Juscelino Kubitschek, s/n - Mariana - MG
(31) 3557-9000

Telefones Úteis
Conselho Tutelar: 3558-2216 / 8312-9582
Assistência Judiciária: 3558-3186
Defesa Civil: 3558-4412 / 199
DETRAN: 3558-2361
Epidemiologia: 3558-2653
Guarda Municipal: 3558-5468 / 3558-5356
Junta Militar: 3558-1503
Limpeza Urbana: 3557-9036 / 3557-9072
Polícia Militar: 3558-2488 / 3557-1122 / 190
Pronto Atendimento- Policlínica Nova: 3558-1894